A Petrobras abre nesta terça-feira (22/4) as inscrições para a seleção pública Comunidades do Programa Petrobras Socioambiental que destinará R$ 15,6 milhões para projetos socioambientais desenvolvidos no entorno de unidades da companhia nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A seleção é voltada a organizações do terceiro setor sem fins lucrativos desses estados.

As instituições têm até 4 de julho para enviar seus projetos. Cada iniciativa receberá até R$ 300 mil para ser executada no período de dois anos. Elas deverão apresentar projetos com atuação em pelo menos uma das seguintes linhas: produção inclusiva e sustentável; biodiversidade e sociodiversidade; direitos da criança e do adolescente; florestas e clima; educação; água; ou esporte.

A seleção pública Comunidades está aberta para 54 municípios, sendo 34 do estado de São Paulo, sete do Paraná, cinco de Santa Catarina e oito do Rio Grande do Sul. Ao longo do período de inscrições, a Petrobras vai realizar Caravanas Socioambientais em todos os estados participantes.

As Caravanas são oficinas gratuitas com o objetivo de capacitar as organizações interessadas, apresentar o roteiro de elaboração de projetos socioambientais e esclarecer dúvidas sobre a seleção regional. O regulamento está disponível no site www.petrobras.com.br/socioambiental.

No Paraná, serão contemplados projetos nos municípios de Araucária, Antônio Olinto, Campo Largo, Curitiba, Paranaguá, São João do Triunfo e São Mateus do Sul.

Seleção pública Comunidades

A seleção pública Comunidades do Programa Petrobras Socioambiental está voltada para o desenvolvimento de iniciativas em comunidades do entorno das unidades Petrobras. Por meio dessa ação, a companhia reforça o compromisso de contribuir para desenvolvimento das regiões onde atua e garante a democratização do acesso a seus recursos e a transparência na escolha dos projetos selecionados.

O Programa Petrobras Socioambiental: Desenvolvimento sustentável e Promoção de direitos investirá 1,5 bilhão entre 2014 e 2018 em projetos com foco nas linhas de atuação: Produção Inclusiva e Sustentável, Biodiversidade e Sociodiversidade, Direitos da Criança e do Adolescente, Florestas e Clima, Educação, Água e Esporte.