caronGolpistas se aproveitam do momento de fragilidade de quem tem familiares internados em hospitais, geralmente em estado grave, para tentar extorquir dinheiro via telefone. Na semana passada, um dos casos mais recentes registrados em Curitiba e Região Metropolitana ocorreu com parentes de pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) do Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. Mas há registro de golpes em outros hospitais da capital, como o Santa Cruz.

Clique aqui para ler a matéria completa
Fonte: Gazeta do Povo