Maior número de ingressos será para jogos na  Arena da Baixada, em Curitiba (Foto: Divulgação/ Site Oficial do Atlético-PR)

Maior número de ingressos será para jogos na
Arena da Baixada, em Curitiba (Foto: Divulgação/
Site Oficial do Atlético-PR)

O governo federal vai distribuir 50 mil ingressos de jogos da Copa do Mundo para alunos de escolas públicas das cidades-sedes do torneio e para a população indígena. Os ingressos foram doados pela Fifa para beneficiar alunos de escolas participantes do Programa Mais Educação (48 mil ingressos) e comunidades indígenas vinculadas à Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Comitê Intertribal.

No última sábado (2) foi realizado um sorteio para definir a ordem das escolas que terão direito ao ingresso. Até o próximo dia 18, os diretores das escolas precisam confirmar o interesse no sorteio para o Ministério da Educação. A lista com o nome de todos os alunos sorteados, com os respectivos jogos, será divulgada publicamente no dia 6 de junho, seis dias antes do início da Copa do Mundo.

Curitiba é a cidade que vai receber mais ingressos, 7.808 entradas. Em seguida estão Fortaleza (7.496), Cuiabá (7.306), Porto Alegre (6.056), Recife (5.854), Salvador (4.008), Natal (2.906), Belo Horizonte (2.304), São Paulo (2.238), Manaus (1.902), Brasília (1.564) e Rio de Janeiro (558).

O jogo com mais ingressos disponíveis para o sorteio entre alunos é Rússia x Coreia do Sul, em Cuiabá, no dia 17 de junho, com 4.202 entradas. O jogo de abertura, entre Brasil e Croácia, tem o menor número de ingressos do programa, com apenas 24 entradas. Brasil x México, em Belo Horizonte, terá 286 ingressos, e Brasil x Camarões, em Brasília, 100 ingressos.

Para os jogos das oitavas, quartas, semifinal e para a grande final da Copa, dia 13 de julho, no Maracanã, foram destinados apenas 50 ingressos gratuitos em cada partida.

Fonte: G1PR