greve bancosA greve dos bancários de Curitiba e região entra nesta quinta-feira (03) no seu 15º dia. A novidade é que ontem, a Justiça concedeu uma liminar em mandado de segurança que derruba a decisão judicial anterior concedida ao banco Bradesco. Ou seja, a partir de agora, o banco Bradesco fecha suas portas novamente. A decisão anterior previa multa diária de R$ 50 mil por agência fechada, o que não tem mais validade.

O relator da decisão do mandado de segurança considerou que as provas apresentadas para a concessão do interdito (fotos de faixas e de grevistas e clientes em frente às agências) “não expõem qualquer conduta fora dos limites do movimento paredista. Mostram, apenas, algumas pessoas agrupadas de forma pacífica, sequer sendo possível identificar tratar-se de clientes ou empregados, além de faixas e cartazes indicando a paralisação”. O juízo considerou, ainda, que não foram relatados abusos, coações ou violência.

O Sindicato dos Bancários considerou a decisão uma vitória para a classe. “A Justiça está entendendo que a greve deste ano é por adesão e muito forte!”, comemora Otávio Dias, presidente do Sindicato. O mandado de segurança foi impetrado pelo Sindicato dos Bancários de Curitiba e região e é válido para as cidades de Curitiba, Adrianópolis, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Quatro Barras e Tunas do Paraná.

Outros bancos – Já o interdito concedido ao HSBC continua valendo e algumas agências permanecem abertas.

Confira mais notícias da Região Metropolitana de Curitiba pelo Jornal do Povo Paraná 

Confira mais notícias do Litoral do Paraná no Jornal do Povo Paraná

Confira mais notícias de Curitiba no Jornal do Povo Paraná

Confira mais notícias do interior do Paraná no Jornal do Povo Paraná

Fonte: Bem Paraná