Foto: Rodolfo Buhrer / Reuters

Foto: Rodolfo Buhrer / Reuters

Há pouco mais de um mês para o primeiro jogo da Copa do Mundo em Curitiba (Irã e Nigéria se enfrentam no dia 16 de junho), moradores e comerciantes da região da Arena da Baixada se dizem isolados do planejamento para o evento. A vizinhança da Arena alega que ainda não tem qualquer informação sobre como poderiam circular nos arredores do bairro durante os jogos da Copa.

As dúvidas persistem desde o jogo teste entre Atlético e J.Malucelli, realizado em 29 de março, quando moradores foram obrigados por policiais militares a deixarem seus carros onde estavam para buscar comprovantes de residências.

“No dia do jogo teste, eu estava chegando a umas cinco quadras de casa e me pararam perguntando se tinha comprovante de residência [para poder passar]”, contou o designer Paulo Peruzzo. Ele foi um dos barrados no dia do primeiro evento teste na Arena.

“Vi muitas pessoas como eu ali, esperando”, comentou. Quando disse que deixaria o carro ali para buscar o comprovante, segundo conta, o policial afirmou que mandaria guinchar seu veículo. “O policial ainda foi irônico e disse que, se eu tivesse um ingresso vip, poderia ir”, reclamou Peruzzo.

Assim como os residentes da região, os comerciantes também temem a desorganização do evento. Não sabem como seus funcionários poderão circular durante os jogos. “Já devia ter havido uma reunião, explicando como tudo vai ser. Há um descaso real com os moradores e comerciantes da região”, reclamou o empresário Rubens de Figueiredo Neves, proprietário do bar Colarinho, próximo do estádio.

Para o secretário municipal de Relações com a Comunidade, Caíque Ferrante, o tempo será suficiente para avisar todas as pessoas que circulam na região. “Nós tivemos uma série de circunstâncias que só nos deixaram fazer o cadastramento a partir da agora. Tivemos que conversar com Polícia Federal, Polícia Militar, Exército, organismos internacionais como a Fifa. Tem várias coisas que a gente vai ter que seguir”, explica.

Credenciamento

Nesta terça, a prefeitura de Curitiba lançou em seu site da Copa as normas para o credenciamento de moradores e comerciantes circularem na área que será bloqueada para os jogos.

A partir desta quarta-feira (30), comerciantes e moradores da região da Arena poderão se cadastrar no site do Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Depois disso, a partir de 15 de maio, será possível retirar a credencial em uma central de cadastramento que começa a funcionar na semana que vem na Praça Ouvir Pardinho. É possível fazer o cadastro pessoalmente também já no dia 5 de maio. Para isso, é preciso comprovante de residência válido nos últimos três meses e documentos pessoais (RG, Habilitação, CPF, etc).

Todos os integrantes das famílias residentes na região, inclusive crianças de colo, precisam se cadastrar para passar pelas barreiras policiais em dias de jogos. Funcionários de estabelecimentos comerciais também. As credenciais poderão ser retiradas por apenas um integrante da família. A central funcionará até o dia 25 de junho. Servidores do município e Exército deverão entregar panfletos explicativos em visitas aos moradores da região.

Fonte: Gazeta do Povo