Foto: Daniel Castellano / Agência de Notícias Gazeta do Povo

Foto: Daniel Castellano / Agência de Notícias Gazeta do Povo

É, essa grana tá difícil mesmo. Mais uma reviravolta no caso do suposto roubo do bilhete da Mega da Virada, em Curitiba. Ontem, mais um apostador apareceu para reclamar os R$ 56 milhões. Ele foi até a Delegacia de Furtos e Roubos para “desmentir” a história de Anibal Murrai, que fez um boletim de ocorrência (BO) alegando que teve o bilhete premiado roubado em um lava-car.

Segundo o delegado Rodrigo Souza, da DFR, o homem disse que foi ele que teve o bilhete roubado, porém não registrou BO. Santos recomendou ao homem que registrasse um BO, mas alertou que caso fosse mentira ele estaria sujeito à falsa comunicação de crime.

Fonte: Bem Paraná