Mais de mil pessoas deixaram de ser atendidas neste primeiro dia de paralisação dos médicos do Hospital de Clínicas