Um atentado à saúde pública! Soraya nos conta que várias marcas brasileiras de whey protein, certificadas pela ANVISA, estão adulteradas. Dos 27 produtos avaliados, 25 apresentaram valores de proteínas ou carboidratos diferentes dos anunciados na embalagem, uma porcentagem de 92,6%.